terça-feira, maio 20, 2008

velharias (cherchez la femme)

Uma surpresa que ainda não aconteceu. Vento que precede chuva ou uma carta sem destinatário, o remetente rabiscado como se a casa ainda fosse esboço. Um arquiteto não saberia projetar esta casa. Talvez um escultor brincando com areia e água do mar. Talvez uma criança empinando pipa, alguém ouvindo um outro, uma música quieta e incessante que ainda não sei cantar. Talvez ela, mesmo que eu espere e espreite esquinas, será uma surpresa.

4 comentários:

agente laranja disse...

molto bello

Amanda Ferreira disse...

Rabiscos da vida. Bonito.

Amanda Ferreira disse...

Rabiscos da vida. Bonito.

Izis disse...

adoro quando as pessoas são surpresas boas.