sexta-feira, setembro 26, 2008

para ela

Faz alguns meses que não escrevo aqui. Nunca foi algo que me tirou o sono, mas talvez valeu um bocejo a mais ou a menos - praticamente parei de escrever e o blog parado é um dos sintomas (ou consequências). Mas, lendo o blog da minha querida (que achava também estar parado), vi que ainda há motivos para escrever.

Claro que não me veio nada genial à mente, nem uma enchurrada de poesia inundou meu quarto e levou meus livros pelo bueiro. Claro que não vou perder noites de sono nem os sonhos vão perder sua qualidade de noite, escuros em seus mistérios de memórias sem começo nem meio.

Mas o importante é que há um motivo muito claro e simples e bonito e justo e exato e etc - escrever algo porque ela gosta das minhas palavras, escrever algo porque entre tantas, ela escolheu as minhas.

então escrevo esse grande nada, cheio de tanta coisa.

2 comentários:

Joana disse...

:D
gosto muito mesmo!

Roney Freitas disse...

(...que lindo isso!
E que bom ter voltado!
- entre parênteses,
porque desconfortável
em estar a mais neste post de dois...
...mas não resisti, achei bonito mesmo)

(abraço)